jun 28, 2015 Construção 50 comments

Planilha de Orçamento de Obras com Composição de Preços Unitários (CPU)





Hoje vamos te presentear com uma excelente planilha de MS Excel 2010 para calcular orçamento de custos diretos de construção civil totalmente grátis!

Para o pequeno e médio investidor, essa planilha vai te economizar bastante com softwares excelentes, porém caros, que existem no mercado como o Volare, TCPO Pini, Compor, Arquimedes e tantos outros. Garanto que ela resolve mais de 90% da necessidade e eu, inclusive, a utilizo nos meus negócios.

Porque não estamos cobrando nada ?

Primeiro porque toda a base informações é pública (mais precisamente da SIURB – Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbana e Obras – Prefeitura de SP) e nunca poderíamos cobrar por isso (na realidade, como cidadãos, já pagamos indiretamente através de impostos). Segundo porque acreditamos que ela vai ajudar muita gente que está começando a trabalhar de forma mais profissional com orçamentos, diminuindo os erros e o principal: divulgando o nosso site.

Atenção! Se você ainda não leu nossos artigos sobre Composição de Preços Unitários e Curva ABC, clica agora nos links abaixo antes de continuar lendo esse post! Os conceitos apresentados são utilizados nessa planilha.

A planilha fornece:

  • Quadro prático para levantamento dos quantitativos e cálculo do custo global da obra;
  • Curva ABC com os principais insumos para facilitar o controle de custos;
  • Lista de materiais e seus respectivos consumos para facilitar a cotação e contratação.

A planilha tem uma base de dados com:

  • 590 serviços de obras civis com as composições de preços unitários;
  • 382 insumos de construção e seus preços de mercado incluindo mão-de-obra, material e equipamentos;
  • Cálculo de encargos sociais para trabalhadores horistas e mensalistas;
  • Cálculo do BDI de forma simplificada.

Todos os preços e composições podem ser alteradas por você para adequar aos indicadores regionais (tanto a cotação de fornecedores da sua região como de produtividade da mão de obra).

Instruções e Exemplo Prático

:

Para explicar o funcionamento da planilha, vamos orçar um galpão industrial de 2.000 m². Não vou entrar em detalhes do projeto com listas de quantidades de materiais e serviços, o objetivo é que você aprenda o funcionamento básico dela e crie seus próprios orçamentos.

O primeiro passo é baixar a planilha clicando no botão a seguir:

Baixar-planilha

A regra geral da planilha é preencher e alterar somente as células com fontes azuis, as demais (pretas, verdes, cinzas…) são calculadas automaticamente. Se você mudar alguma outra célula, essa alteração pode provocar erros no cálculo e você terá que baixar a planilha novamente para obter a versão original.

Atenção: Ao abrir o arquivo, ele solicitará permissão para habilitar macros. Habilite, porque fiz alguns botões para facilitar a sua rotina. Não tem nenhum vírus que vai roubar a senha da sua milionária conta bancária, ok!?

01-preencher-orcamento

Ao abrir a primeira aba (ou tab) chamada “Preencher_Orcamento” você se depara com os seguintes itens:

  1. Tabela com o resumo do orçamento
    • Soma dos Custo dos Serviços com o BDI, isto é, o orçamento final da obra;
    • Repare que, no caso do galpão orçado, já temos um preço final de quase R$ 2 milhões.
  2. Coluna “D” – Quantidade: quantidade de cada serviço
    • Essa é a coluna que deve ser preenchida com as quantidades de cada serviço.
    • A quantidade que você preencher vai ser multiplicada pelo preço unitário do serviço e, assim, chegaremos ao subtotal do orçamento referente àquela atividade (ainda, sem BDI – somente mão de obra, materiais e equipamentos).
    • Repare que já preenchi alguns itens, com base em projetos de galpões, para você ver como ela funciona.
  3. Coluna “E” – Unidade
    • É a unidade de medição do serviço, como metros, metros quadrados, metros cúbicos, peças, etc.
  4. Coluna “F” – Preço unitário
    • O preço unitário representa o custo de uma unidade de medição daquele serviço, por exemplo: 1 metro quadrado de limpeza de terreno custa R$ 0,77.
    • Esse preço é obtido através de uma composição de insumos que você pode checar no item 9, tab “BD_Composicoes”;
  5. Coluna “G” – Preço total
    • Nessa coluna temos o resultado da multiplicação das quantidades dos serviços pelos preços unitários;

Ainda, seguindo pelas outras abas da planilha:

  1. Aba “Curva_ABC”
    • Ao clicar no botão “Atualizar dados” depois de preencher todas as quantidades da coluna D (aba “Preencer_Orcamento”), você terá a lista de todos os insumos da obra ordenados por preço total. Essa informação é valiosa na hora de cotar preços e chorar descontos! Lembrando novamente, quem ainda não leu, leia nosso artigo de Curva ABC.

02-curva-abc                                                                           

  1. Aba “Lista_de_materiais”
    • Não sabe quanto de cimento ou de horas de pedreiro você vai utilizar no seu projeto? Essa aba te mostra qual o consumo de TODOS os insumos (materiais, mão de obra e equipamentos) considerados no orçamento!

 03-lista-de-materiais

  1. Aba “BD_Composicoes”
    • Esse é o banco de dados de todas as composições da planilha, é uma das abas mais importantes do arquivo. Eu realmente sugiro que você não mexa nela, a não ser que você domine o Excel e queira descobrir como funciona o arquivo e os cálculos.

 04-composicoes-precos-unitarios

  1. Aba “BD_Insumos”
    • Nesta aba, temos os preços de todos os insumos com base em Janeiro de 2014.
    • Provavelmente os preços já estão diferentes do mercado, mas minha sugestão é fazer o orçamento, listar a Curva ABC e só depois atualizar os preços dos insumos mais importantes financeiramente do seu projeto (digitando o novo preço na célula com a fonte azul!);
    • Repare que, na mão de obra, temos também considerações a respeito dos encargos sociais onde os cálculos estão representados na aba seguinte (“Calculo_Encargos”);

 05-precos-de-insumos

  1. Aba “Calculo_Encargos”
    • Essa é a memória de cálculo dos encargos sociais, ou seja, todos os custos extras de se contratar um funcionário, exceto o salário.
    • Exemplos: fundo de garantia, previdência social, férias, seguros de vida, 13º salário, vale transporte, vale refeição, etc…
    • Não, você não leu o número errado… O preço dos encargos é MAIOR que o salário… Bem vindo ao Brasil…
    • Os encargos variam com relação aos horistas (operários da construção que trabalham por hora – pedreiro, carpinteiro, encanador, etc.) e mensalistas (engenheiro, topógrafo, desenhista…) – na dúvida, consulte a aba “BD_Insumos”

 06-encargos-sociais

  1. Aba “Calculo_BDI”
    • Aqui fica um item que mais gera confusão, o BDI (Benefícios e Despesas Indiretas). Ele é uma medida indireta das despesas e margem de lucro que a construtora espera ter ao executar a obra. A margem de lucro é uma parte do BDI, mas muita gente acha que é a mesma coisa…
    • O BDI foi estimado com base em: custos com escritório central + administração da obra e transportes internos + lucro bruto da construtora + impostos diretos.
    • Hoje em dia o BDI está numa faixa de 20-40%, variando em função do tipo de obra.
    • Quanto maior a obra, menor o BDI devido ao ganho de escala.

07-bdi

Baixem a planilha, usem, apliquem no dia a dia do seu trabalho e divulguem para quem possa precisar. É uma forma de valorizar nosso trabalho de manter o site sempre com conteúdo gratuito e de qualidade sobre finanças de Real Estate. Aqui vai o link novamente:

Baixar-planilha

Qualquer dúvida, deixe-nos um comentário aqui embaixo!

Para continuar aprendendo com os artigos dos RExperts clique aqui.