maio 02, 2015 Investimentos 0 comment

O que é Real Estate e que relação ele tem com o Mercado Imobiliário ?


Você provavelmente já leu a expressão “Real Estate” e percebeu que ela tinha relação com imóveis, mas nunca teve 100% de certeza o que significava, não ?

Pois é…

Nós também tivemos essa dúvida quando começamos a trabalhar e resolvemos escrever esse artigo para explicar para você:

  • O que significa o termo Real Estate
  • Como os empreendimentos imobiliários são classificados pela forma de ganhar dinheiro
  • Quais os submercados do Mercado Imobiliário que você pode atuar

O que é Real Estate?

A origem do termo “Real Estate” vem do inglês que numa tradução literal significa “propriedade real”, transmitindo a ideia de um bem físico, tangível. O significado amplo da expressão é tudo que está relacionado ao Mercado Imobiliário, podendo ser considerados sinônimos aqui no Brasil.

Nos EUA é comum ver casas com placas escritas “Real Estate” indicando que lá é uma corretora de imóveis. Os Fundos de Investimento Imobiliário americanos são chamados de REITs (Real Estate Investment Trusts). Com esses dois exemplos extremos, a pequena imobiliária e o grande fundo de investimento, dá pra perceber que a expressão tem um uso bastante extenso.

Quais as formas de gerar receita ?

Para poder organizar os segmentos do Real Estate (ou Mercado Imobiliário como você preferir) podemos separar os investimentos em dois grandes grupos com relação a forma de ganhar dinheiro:

  • Empreendimentos para Venda: você ganha vendendo algum imóvel ou propriedade que você construiu ou comprou mais barato, também chamados de empreendimentos imobiliários.
  • Empreendimentos para Renda: você ganha com a exploração do uso do imóvel ou propriedade cobrando uma taxa ou, o mais comum, um aluguel. São conhecidos como empreendimentos de base imobiliária.

Os empreendimentos imobiliários – para venda – possuem alto risco, grande remuneração e horizontes de médio prazo de investimento (de 2 a 4 anos). É nesse segmento que trabalham as grandes construtoras de apartamentos, as loteadoras e as incorporadoras. Eles são chamados de desenvolvedores (real estate developers ou homebuilders em inglês).

Você já deve ter comparado o preço do aluguel com o valor de mercado de uma casa e deve ter percebido que a remuneração não é alta. Aqui no Brasil, o aluguel residencial em relação ao preço do imóvel está numa faixa de 0,3% a 0,7% ao mês (entenda esse indicador no nosso artigo sobre Cap Rate). Essa é a característica dos empreendimentos de base imobiliária (para a renda), também chamados de commercial real estate: remuneração moderada, ciclos longos de investimento (7, 10, 20 anos ou até mais) e grandes volumes de capital envolvido.

Quais são os submercados que posso atuar?

Outra forma de organizar os submercados do Mercado Imobiliário é com relação ao uso do imóvel. Uma casa, independentemente se ela for construída para a ser vendida ou alugada, será usada para fins residenciais. Os submercados são importantes para classificar os imóveis pelos anseios e desejos do público alvo e nos ajudam no desenvolvimento do projeto do produto para facilitar o fechamento de um negócio e aumentar nossa receita. Listamos os principais deles e alguns exemplos comuns de produtos:

  • Residencial: casas, apartamentos, lotes e terrenos em condomínios;

Real Estate - Residencial

  • Corporativo: salas comerciais e edifícios de escritório;

Real Estate - Escritorio

Real-Estate - Galpao

  • Varejo: lojas, shoppings centers, stripmalls e outlets;

Real Estate - Shopping

Real Estate - Hotel

  • Outros: hospitais, self storages, fazendas, centro de convenções…

exemplo Self Storage

A relação entre forma de exploração e uso não tem regra. Você pode construir casas para alugar, como pode desenvolver o edifício de hotel para vender. Isto é, qualquer submercado pode se enquadrar em um empreendimento para a venda ou para a renda.

Um outro conceito muito importante que você não pode se confundir é que o Real Estate tem relação com a exploração do espaço e não da operação do negócio. Isso significa que quando citei, por exemplo, o setor de Hospitais eu me referi aos prédios que são alugados para um hospital e não os serviços prestados pelos médicos e enfermeiros. Outro exemplo: se você comprar uma fazenda e arrendar para um produtor o qual vai te pagar um aluguel anual (arrendar), isso é Real Estate. Se você comprar uma fazenda e plantar cana, isso é agronegócio. Percebeu a diferença?

Resumindo, então, o que você aprendeu neste artigo:

  • Real Estate e Mercado Imobiliário são termos semelhantes para se referir ao tema de desenvolvimento, venda e exploração de imóveis e propriedades
  • Empreendimentos para a venda possuem altas taxas de retorno e prazos médios de investimento. Exemplos: Lançamentos de torres de apartamentos e condomínios fechados de casas.
  • Empreendimentos de base imobiliária ganham com taxas e locações pagas pelo uso do espaço, grandes investimentos e longo prazo. Exemplo: locação de galpões industriais.

Esperamos que o conteúdo acima tenha ajudado você a compreender um pouco mais sobre o mundo do Real Estate.

Se você gostou, comente aqui embaixo e compartilhe nosso artigo!

Para continuar aprendendo com os artigos dos RExperts clique aqui.